Menina dos olhos de Deus, noiva que escolheu.

"Eu sou do meu amado e o meu amado é meu!"


terça-feira, 2 de novembro de 2010

Pastor cristão Youcef Nadarkhani recebe pena de morte no Irã

.

.
[[PEÇO DIVULGAR ESTE ASSUNTO]]
PASTOR YOUCEF NADARKHANI É SENTENCIADO A MORTE NO IRÃ

Por reclamar do monopólio mulçumano no ensino religioso da escola dos filhos.

International Christian Concern


Tradução: João Cruzué

A Comissão Americana para a Liberdade Internacional Religiosa - USCIRF expressou preocupação pelo caso de um pastor cristão que está preso a mais de um ano e recentemente foi ameaçado de execução por "apostasia". A comissão exortou a Administração do governo Obama para pressionar pela sua libertação incondicional.

Este caso é mais uma evidência de que não há transparência ou justiça no chamado sistema "legal" iraniano para as minorias religiosas, disse o Sr. Leonard Leo, diretor da Comissão. A administração Obama deve continuar falando alto, no mesmo tom da Secretária de Estado Hillary Clinton falou em agosto para as minorias iranianas. A pressão internacional causa impacto no Irã, e o regime tem mostrado leniência em alguns casos em que há escrutínio internacional.

Youcef Nadarkhani, um pastor do Norte do Irã, foi preso [prisão de Lakan] em outubro de 2009 depois que ele questionou o monopólio muçulmano no ensino religioso que seus filhos estavam recebendo na escola, argumentando que a Constituição do Irã permite criar os filhos na fé de seus pais. O Pastor Nadarkhani, e mais tarde sua esposa, Fatemeh Passandideh, foram acusados de apostasia. Enquanto sua esposa foi solta no começo deste mês, depois de quatro meses de prisão, de acordo com fontes iranianas o Pastor Nadarkhani foi acusado, declaradamente julgado, e informado verbalmente que ele vai receber pena de morte, embora nenhum nenhum veredito formal tenha sido emitido.

Durante o anos passado, os registros da combalida liberdade religiosa do governo iraniano deterioraram, especialmente quanto às religiões: baha'is, cristã e muçulmanos Sufis. Agressões físicas, aborrecimentos, detenções, prisões, intensificação de aprisionamento. Mesmo as minorias religiosas não-muçulmanas reconhecidas, como Judeus, arminianos e Cristãos Assírios e Zoroastrismo, protegidos sob a constituição iraniana têm enfrentado crescente discriminação e repressão. Desde a disputa eleitoral de junho de 2009, o governo iraniano tem intensificado sua campanha contra as minorias religiosas não muçulmanas.

Este modelo de prender e prejudicar as minorias religiosas, combin ado com a retórica inflamadado presidente Ahmadinejad e outros líderes não tinha sido vistas desde os primeiros anos da revolução iraniana. Disse o diretor da USCIRF, Sr. Leonard Leo.

--O fator tempo é essencial neste caso. A vida deste Pastor está por um fio. Nós comclamamos nosso governo e a comunidade internacional para pressionar e cobrar a libertação e assegure que não vai tomar ações extremas neste caso nem em outros semelhantes a este.

Fonte: Persecution.org


Artigo copiado do Blog Olhar Cristão, peço a todos que poderem, por favor divulguem... 
Deus os abençoe amadooos.

3 comentários:

  1. Oi amorinha, nossa que horror, eu fico boba de ver que em pleno século XXI ainda se ve esse tipo de coisa... Bjãoooooooo

    ResponderExcluir
  2. Graça e paz que Deus possa lhe abençoar grandemente
    nessa jornada de levar a palavra de Deus via internet

    sucesso e quando quiser e puder passe e siga nosso blog
    www.napazdoraboni.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Fiquei muito emocionada com esta matéria amiga...Estou começando agora com o Blog não tenho muita Experience então coloquei um link no meu Blog...Pergunto, eu não sei se posso fazer isso me avise pois eu excluo me desculpe se fiz algo errado Evanilde Santos Barberan

    ResponderExcluir